A importância do monitoramento da infraestrutura de TI e Telecom para resolver problemas nas empresas

A importância do monitoramento da infraestrutura de TI e Telecom para resolver problemas nas empresas
A importância do monitoramento da infraestrutura de TI e Telecom para resolver problemas nas empresas

A Tecnologia de Informação vem se tornando uma área absolutamente estratégica no desenvolvimento e na performance dos negócios em todo o mundo. Mapear, monitorar e prevenir tornam-se tarefas essenciais para evitar downtime. Precisamos de soluções de proteção e monitoramento da arquitetura de TI da empresa para evitar paralisações que podem custar muito dinheiro – e muitos clientes. E elas existem.

As médias e grandes empresas, independente do seu segmento, precisam pensar em suas estratégias sempre com base em uma arquitetura de softwares complexa, com sistemas de gestão robustos, soluções B2B e de e-commerce para gerenciar todo as operações do seu negócio.

Além disto, toda esta arquitetura exige uma malha de hardware cada vez mais sofisticada e intrincada, pelas complexidade operacional que vimos acima e pela necessidade específicos com um tráfego de dados e informações cada vez mais intenso com várias partes do mundo.

Isso exige grandes investimentos em infraestrutura de TI e Telecom com capacidade lógica e física para garantir a melhor performance operacional – sistemas leves, intuitos – e também a maior disponibilidade possível de todas as operações da empresa.

Esse é um grande desafio dos gestores de TI: buscar ideias inovadoras, como o CM360 por exemplo, e reduzir ao máximo os riscos de downtime.

Downtime: prejuízo financeiro e de imagem. Você sabe quanto ele pode custar?

Dimensionar os prejuízos de uma inatividade de sistema depende de uma série de fatores, mas alguns dados podem traduzir o impacto que, em certa medida, pode causar ao seu negócio.

A , através de estudos, estima que o custo de inatividade nos Estados Unidos pode custar em média, para grandes e médias empresas, 42 mil dólares por hora. A estima que cada empresa americana tem 87 horas de downtime por ano. A conta média pode chegar a 3,7 milhões de dólares.

Podemos imaginar o quanto custa para uma empresa com sua atividade comercial baseada em e-commerce. No Brasil os números certamente variam, mas sempre serão significativos. Afinal é receita que deixa de entrar e pior, entrará no e-commerce do concorrente – podendo levar o cliente junto.

Inatividade de sistemas: o impacto na organização

A inatividade de sistemas pode ocasionar inúmeros impactos e todos relevantes. Os principais são:

  • Perda de qualidade nas entregas pendentes;
  • Perda de receita;
  • Impactos para clientes e parceiros comerciais;
  • Ruídos na relação dos profissionais de TI com a organização;
  • Prejuízos para a imagem da empresa no mercado.

Inatividades pontuais podem não causar grandes estragos, mas eventos recorrentes, e se não forem acompanhados e evitados, podem evoluir para graves problemas operacionais.

Por este motivo, é fundamental ter um monitoramento preventivo de todo o ativo de software e hardware da empresa, como o CM360, onde os eventos são mapeados e isolados antes de causar inatividades.

A importância do monitoramento de TI e Telecom da sua empresa

Abaixo estão alguns motivos importantes para monitorarmos da forma mais eficiente o mapa estrutural de TI e Telecom da empresa.

1 – Ter a total visibilidade da estrutura de TI e Telecom

Um monitoramento de qualidade permite visualizar todos os itens de hardware e software da empresa de forma sistêmica, isoladamente e em suas ramificações.

O objetivo é perceber eventos em determinado ponto e quais funcionalidades estão sendo impactadas.

2 – Atuar proativamente nos eventos

Com a visibilidade total, podemos nos antecipar aos efeitos, em cadeia ou isoladamente direto na operação (mais comum em sistemas) e tomar as decisões proativamente. É o ponto fundamental para atingir a máxima disponibilidade.

3 – Planejar estrategicamente a rede de TI e Telecom

Com estrutura totalmente mapeada, e com base no histórico de incidentes ou ameaças, é possível para a gestão de TI planejar melhorias de versões de sistemas e atualização ou ampliação de equipamentos.

Estas ações planejadas podem representar economia; as compras podem ser melhor negociadas.

4 – Melhorar a produtividade da equipe

Com toda a estrutura de TI e Telecom mapeada e monitorada, a gestão de custo e operacional ficam mais simples e mais eficiente.

Os profissionais da área podem resolver em poucos minutos o que poderia ser uma paralisação de horas, e assim terão mais tempo para se dedicar ao desenvolvimento, às melhorias e ao entendimento de novas regras de negócio da empresa – que certamente demandarão estudos e ações da equipe de TI.

5 – Melhorar a imagem da gestão de TI e Telecom

Toda situação de downtime gera bastante ruído na organização na direção de TI e Telecom, especialmente nos níveis superiores, pelos impactos que pode provocar nas vendas e nas estratégias de mercado.

Implementar uma solução de monitoramento como o CM360 permite que os profissionais atuem de uma forma ainda mais estratégica e comprometida com os resultados, e não apenas reagindo aos problemas, sem tempo ou informações que ajudem a impedir novas ocorrências.

6 – Redução de custo com horas extras e serviços de terceiros

Paralisações de sistemas podem custar horas extras da equipe de TI para solucionar e de áreas operacionais para reorganizar os trabalhos – por exemplo, a expedição sem poder emitir as notas fiscais para envios aos clientes.

Além disto, muitas soluções dependem de empresas terceirizadas – e da disponibilidade delas – o que gera um custo adicional, que pode ser evitado com o monitoramento.

CM360: monitoramento total para impedir o downtime

Como podemos observar até agora, ter as estruturas funcionais (softwares) e técnicas (hardware) de TI da empresa totalmente visíveis e monitoradas é um desafio e um grande dever de casa de empresas de todo o mundo.

Sistemas paralisados são um contador de receita perdida e de despesas adicionais vão impactar no resultado do mês. Como as empresas podem evitar?

Através de soluções inovadoras, como o CM360 desenvolvido pela NSB, que permite o gerenciamento completo de toda a estrutura de TI e Telecom da empresa. Ela permite:

  • Ter a visão completa da malha de tecnologia da empresa – hardware (equipamentos) e software (sistemas);
  • Permite acompanhar o desempenho de cada componente da malha, recebendo informações de desempenho que podem apontar comportamentos anormais;
  • Atuar preventivamente e, quando necessário, corretivamente;
  • Usar as informações históricas para estudar melhorias e investimentos na malha de tecnologia.

Com o CM360 é possível também criar um Service Desk com indicadores de SLA e equipe de solucionadores, de forma mais eficiente com a visão sistêmica da estrutura, com todas as ramificações e cadeias sequenciais.

A interface web é de fácil navegação e com gráficos e relatórios de desempenho e de atividade de cada componente gerados em tempo real.

Para um gerenciamento abrangente, com informações com qualidade e podendo tomar decisões sempre preventivamente, o CM360 é o grande aliado na eliminação do downtime e para o melhor desempenho das soluções de TI e Telecom na sua empresa.

É performance garantida e mais sistema para o seu negócio vender e gerar lucros.

Conforme vimos acima, as soluções de sistemas da NSB Consultoria em Telecom, são alternativas modernas e sintonizadas com o mundo de TI e Telecom, proporcionando uma eficiência muito maior na gestão.

Quer conhecer mais sobre as soluções de tecnologia que a NSB  oferece?

Marque uma reunião e assuma o controle das despesas de telecomunicações da sua empresa.

Neste exato momento, você pode estar deixando de economizar até 40% na sua conta de telefone. O que você está esperando para economizar?

Acabe com isso!

Solicite agora mesmo uma avaliação da sua Gestão de Telecom e economize ainda mais na sua empresa ou negócio.

FALE COM UM CONSULTOR

Posts populares com esse assunto

Quer receber mais conteúdos como esses?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail

2019-10-11T12:30:43-02:00